Sexismo (até) no espaço

PERGUNTARAM A UMA EQUIPE DE TESTE DE VOO COMPOSTA POR MULHERES COMO ELAS SUPERARIAM A FALTA DE MAQUIAGEM OU DE HOMENS NO ESPAÇO

sexismo-ate-no-espaco

Seis mulheres russas iniciaram um experimento de oito dias a bordo de um simulador espacial para examinar como será o desempenho de uma equipe composta por mulheres frente as tensões físicas, sociais e psicológicas de um voo espacial de longo trajeto.

A equipe realizará 10 experimentos científicos para simular a pressão do trabalho num voo espacial de ida e volta para a Lua. Elas também terão 1,5 horas por dia de tempo livre para assistir filmes, ler e socializar.

As mulheres, com idades entre 22 e 34 anos, são Yelena Luchitskaya, Darya Komissarova, Polina Kuznetsova, Anna Kussmaul, Inna Nosikova e Tatyana Shiguyeva – todas com conhecimentos em medicina, biofísica e psicologia.

Elas serão liberadas na próxima quinta-feira. Agora, entretanto, as participantes ficarão numa nave espacial feita de madeira, equipada com câmeras e estarão sendo constantemente observadas por cientistas e médicos.

O supervisor do experimento, Sergei Ponomaryov, explicou, “É a primeira vez que uma equipe como essa participa de um experimento de simulação. É interessante observar as particularidades da forma como uma equipe feminina se comunica.”

Valentina Tereshkova, uma astronauta russa, foi a primeira mulher a ir ao espaço, em 1963, apenas dois anos após Yuri Gagarin se tornar o primeiro homem a realizar o mesmo. Desde então, 40 mulheres – de diversos países – foram ao espaço.

Ponomaryov falou ainda que, “Nunca houve uma equipe totalmente feminina na Estação Espacial Internacional (EEI). Consideramos que o futuro do espaço pertence igualmente a homens e mulheres e precisamos compensar pelo período em que, infelizmente, poucas mulheres foram ao espaço.”

Entretanto, se você acha que mulheres extremamente inteligentes e altamente treinadas estão livres de sexismo, pensou errado.

O Diretor Institucional, Igor Ushakov, disse que, “Será especialmente interessante em termos de psicologia. Dizem que duas donas de casa não conseguem conviver numa só cozinha.”

A coletiva de imprensa, realizada antes do início da missão, também contou com perguntas do tipo, “Como vocês ficarão sem maquiagem por oito dias?” e “Como será não conviver com homens?”

“Somos muito bonitas sem maquiagem.” Darya Komissarova respondeu à primeira pergunta. Enquanto sua colega, Anna Kussmaul, disse: “Estamos trabalhando. Enquanto fazemos nosso trabalho, não pensamos em homens e mulheres.”

Essa não é a primeira vez que o sexismo no espaço é evidenciado. Yelena Serova, a primeira mulher russa a bordo da Estação Espacial Internacional, reclamou da mídia bombardeando ela com perguntas superficiais relacionadas ao seu gênero, por exemplo, se ela estava preocupada em como lavaria o cabelo a bordo da EEI.

Texto original, publicado, em inglês, no site IFL Science, e traduzido por Bianca Busato PortellaBBP Tradução de Inglês

 

Comments

Comentários